top of page

Expedição pelo córrego do Água Preta

PROJETO AMBIENTE POLÍTICO DO SESC POMPEIA

RECEBE COLETIVO (SE)CURA HUMANA



Com expedição pelo córrego do Água Preta, bate-papo na piscina com exibição do vídeo Entre Rios e cortejo e oficinas do Bloco do Água Preta, o coletivo (se)cura humana leva ao Sesc Pompeia

debate sobre a pauta ambiental de uma forma leve e descontraída





Atividades do coletivo (se)cura humana


Movimento de ações artísticas urbanas que visa chamar atenção da população para águas questões ambientais na região metropolitana de São Paulo, o coletivo (se)cura humana – encabeçado por Flavio Barollo (videoartista e performer) e Wellington Tibério (geógrafo e doutorando pela USP) – realiza durante os meses de março e abril uma série de atividades gratuitas a convite do projeto Ambiente Político do Sesc Pompeia.


A série de ações tem início dia 11 de março, sábado, às 10h30, com uma expedição pelo córrego do Água Preta, localizado no bairro da Pompeia (zona oeste de São Paulo). A caminhada de um pouco mais de dois quilômetros tem início na Praça da Nascente (Praça Homero Silva), onde há algumas nascentes do Água Preta e também de onde se tem uma vista ampla de sua bacia hidrográfica. A expedição segue descendo o córrego e observando evidências de sua presença, como outras nascentes e lagos (com destaque para a Travessa Roque Adóglio e a Praça Diogo do Amaral) e aberturas no asfalto onde o riacho se torna visível.


No percurso, os participantes poderão ver algumas obras/intervenções do próprio coletivo (se)cura humana bem como de outros artistas e ativistas da região. A chegada acontece no Sesc Pompeia, onde é possível observar o córrego Água Preta passando embaixo do deck da unidade, e lá o público ainda poderá ver em uma TV imagens feitas com drone da sequência de seu percurso até sua foz no Rio Tietê.



Não é necessária uma inscrição prévia. Os participantes podem chegar por conta própria (a Praça da Nascente fica próxima ao metrô Vila Madalena) ou utilizarem de transporte gratuito do Sesc Pompeia até o local (para usar o transporte é necessário se inscrever antecipadamente).


Para Wellington Tibério, a expedição é uma oportunidade de diálogo sobre o desenvolvimento da metrópole, a relação com os elementos da natureza na cidade, em especial o da água no espaço urbano. “Além de estimular a percepção para algo que foi apagado da paisagem, pretende-se provocar a imaginação de uma outra cidade possível, na qual os rios façam parte da vida cotidiana de forma saudável e prazerosa”, explica o artista.






Sobre o projeto Ambiente Político do Sesc Pompeia


Projeto da área de Educação para a Sustentabilidade desenvolvido pelo Sesc Pompeia desde 2021 propõe ações acerca da pauta ambiental a partir de um viés político e social, com um olhar para a sustentabilidade que leve em conta os recortes de gênero, raça e classe.


Iniciado no período de isolamento social provocado pela pandemia, com aulas e palestras exclusivamente pela internet, o projeto passou por mudanças em seu formato a partir da retomada das atividades presenciais, mas ainda no campo das formativas, com palestras e bate-papos, com transmissão ao vivo pelo canal do Sesc Pompeia no Youtube. Em 2023, a proposta do Ambiente Político é seguir com atividades que falem de ambientalismo com viés politizado, mas agora com formatos mais diversos, contemplando também intervenções e ações artísticas.


Sobre o (se)cura humana

A partir de um ativismo ambiental, o trabalho do coletivo se materializa em ações diretas no espaço urbano, tendo o elemento água com o seu mote principal. Flavio Barollo, que compõe com Wellington Tibério o núcleo artístico do coletivo, trabalha com o tema em performances desde 2015 e já realizou a performance Mergulho no Rio Tietê para chamar a atenção da população para o assunto. As ações faziam parte do projeto Vidas Secas SP e foram realizadas em parceria com artistas como a poeta e atriz Karen Menatti, o músico Zimbher e diretor teatral Rogério Tarifa. Além do mergulho no Tietê, o grupo realizou expedições pelas represas secas de São Paulo na época da “crise hídrica”. Foi por conta desse trabalho que Flavio e Wellington Tibério se conheceram.


O geógrafo, artista e ativista Wellington Tibério, por sua vez, se detém desde 2013 a estudar e chamar atenção para as águas subterrâneas da cidade de São Paulo que são desperdiçadas pelas sarjetas da cidade. Ele também vem identificando nascentes espalhadas pelo espaço urbano e, dentro do possível, dando uso às mesmas, como por exemplo a construção de lagos.


O grupo, de maneira independente, já realizou trabalhos no bairro da Pompeia e em outros lugares da cidade, seja construindo lago de concreto no meio de vielas como na Travessa Roque Adóglio, ou o Parque Aquático Móvel, onde o grupo recolhe águas limpas de nascente e rebaixamento de lençol freático, enchem piscinas, fazem uma cascata e convidam a população a se banhar no meio do asfalto. Tudo isso para mostrar o potencial hídrico da cidade e tornar a água novamente presente na vida dos cidadãos. O coletivo também foi responsável pela instalação Rio Paralelo Tamanduateí, no Sesc Dom Pedro II, dentro da Mostra Jardinalidades, que consistia na utilização de dois mil litros de água do rio Tamanduateí, coletada pela própria equipe em uma performance. A água passava por uma pequena estação de tratamento ecológico e abastecia um lago-jardim ao final do processo, com peixes e uma variedade de plantas filtrantes.



Serviço:


Coletivo (se)cura humana @securahumana

www.securahumana.com

Flavio Barollo e Wellington Tibério

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 – Pompeia, São Paulo.


Expedição pelo Córrego do Água Preta

Dia 11 de março, sábado, às 10h30.

Trajeto: Praça da Nascente (R. André Casado, 403 - Sumaré) até Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93 - Pompeia). O percurso da Praça da Nascente ao Sesc Pompeia será feito a pé.


120 minutos | Livre | Gratuito.


ATENÇÃO: O Sesc Pompeia disponibilizará uma van que partirá da unidade até a Praça da Nascente, local de início da expedição. As pessoas interessadas no traslado de van devem se inscrever gratuitamente. Para quem desejar ir direto à Praça da Nascente, não é necessário fazer inscrição.

Horário de saída da van: 10h. Inscrições: de 02/03, às 14h, a 10/03, às 18h pelo site: centralrelacionamento.sescsp.org.br


Assessoria de Imprensa

Nossa Senhora da Pauta

Frederico Paula – MTb-SP: 28.319

(11) 99658-3575 | frederico@nossasenhoradapauta.com.br


45 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page