top of page

Bate-papo na piscina: Artivismo, os rios e a cidade

PROJETO AMBIENTE POLÍTICO DO SESC POMPEIA

RECEBE COLETIVO (SE)CURA HUMANA






Águas da cidade de São Paulo


A programação de atividades do (se)cura humana continua nos dias 12 e 26 de março, domingos, às 14h, quando o coletivo leva, literalmente, os participantes para dentro d’água (trajes de banho são bem vindos) com o bate-papo na piscina: artivismo, os rios e a cidade. Na ação, uma conversa sobre as águas da cidade, seus rios, seus dilemas e suas possibilidades, acontece em um ambiente aquático, composto por piscinas e cadeiras de praia instalados no deck do Sesc Pompeia.


O bate-papo tem início com a exibição do vídeo Entre Rios, de Caio Silva Ferraz, que estará presente. O vídeo aborda o surgimento e desenvolvimento da cidade de São Paulo e a sua relação com as águas que a constituem. Além disso, Flavio Barollo e Wellington Tibério, integrantes do (se)cura humana também falarão sobre suas ações performáticas, instalações e obras audiovisuais.


Ao final, será acionada uma espécie de cachoeira urbana, que por meio de uma bomba mecânica joga toda a água das piscinas a cerca de 7 metros de altura para celebrar com os participantes a alegria da troca e do encontro por uma outra cidade possível. “A cidade de São Paulo tem mais de 300 rios que são canalizados, invisibilizados do cotidiano urbano, nos distanciando da natureza, e especificamente das águas, que fazem parte tão intensamente da nossa vida”, destaca Flavio Barollo.




Sobre o projeto Ambiente Político do Sesc Pompeia


Projeto da área de Educação para a Sustentabilidade desenvolvido pelo Sesc Pompeia desde 2021 propõe ações acerca da pauta ambiental a partir de um viés político e social, com um olhar para a sustentabilidade que leve em conta os recortes de gênero, raça e classe.


Iniciado no período de isolamento social provocado pela pandemia, com aulas e palestras exclusivamente pela internet, o projeto passou por mudanças em seu formato a partir da retomada das atividades presenciais, mas ainda no campo das formativas, com palestras e bate-papos, com transmissão ao vivo pelo canal do Sesc Pompeia no Youtube. Em 2023, a proposta do Ambiente Político é seguir com atividades que falem de ambientalismo com viés politizado, mas agora com formatos mais diversos, contemplando também intervenções e ações artísticas.


Sobre o (se)cura humana

A partir de um ativismo ambiental, o trabalho do coletivo se materializa em ações diretas no espaço urbano, tendo o elemento água com o seu mote principal. Flavio Barollo, que compõe com Wellington Tibério o núcleo artístico do coletivo, trabalha com o tema em performances desde 2015 e já realizou a performance Mergulho no Rio Tietê para chamar a atenção da população para o assunto. As ações faziam parte do projeto Vidas Secas SP e foram realizadas em parceria com artistas como a poeta e atriz Karen Menatti, o músico Zimbher e diretor teatral Rogério Tarifa. Além do mergulho no Tietê, o grupo realizou expedições pelas represas secas de São Paulo na época da “crise hídrica”. Foi por conta desse trabalho que Flavio e Wellington Tibério se conheceram.


O geógrafo, artista e ativista Wellington Tibério, por sua vez, se detém desde 2013 a estudar e chamar atenção para as águas subterrâneas da cidade de São Paulo que são desperdiçadas pelas sarjetas da cidade. Ele também vem identificando nascentes espalhadas pelo espaço urbano e, dentro do possível, dando uso às mesmas, como por exemplo a construção de lagos.


O grupo, de maneira independente, já realizou trabalhos no bairro da Pompeia e em outros lugares da cidade, seja construindo lago de concreto no meio de vielas como na Travessa Roque Adóglio, ou o Parque Aquático Móvel, onde o grupo recolhe águas limpas de nascente e rebaixamento de lençol freático, enchem piscinas, fazem uma cascata e convidam a população a se banhar no meio do asfalto. Tudo isso para mostrar o potencial hídrico da cidade e tornar a água novamente presente na vida dos cidadãos. O coletivo também foi responsável pela instalação Rio Paralelo Tamanduateí, no Sesc Dom Pedro II, dentro da Mostra Jardinalidades, que consistia na utilização de dois mil litros de água do rio Tamanduateí, coletada pela própria equipe em uma performance. A água passava por uma pequena estação de tratamento ecológico e abastecia um lago-jardim ao final do processo, com peixes e uma variedade de plantas filtrantes.



Serviço:


Coletivo (se)cura humana @securahumana

www.securahumana.com

Flavio Barollo e Wellington Tibério

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 – Pompeia, São Paulo.


Expedição pelo Córrego do Água Preta

Dia 11 de março, sábado, às 10h30.

Trajeto: Praça da Nascente (R. André Casado, 403 - Sumaré) até Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93 - Pompeia). O percurso da Praça da Nascente ao Sesc Pompeia será feito a pé.


120 minutos | Livre | Gratuito.


ATENÇÃO: O Sesc Pompeia disponibilizará uma van que partirá da unidade até a Praça da Nascente, local de início da expedição. As pessoas interessadas no traslado de van devem se inscrever gratuitamente. Para quem desejar ir direto à Praça da Nascente, não é necessário fazer inscrição.

Horário de saída da van: 10h. Inscrições: de 02/03, às 14h, a 10/03, às 18h pelo site: centralrelacionamento.sescsp.org.br

Bate-papo na piscina: artivismo, os rios e a cidade

Dias 12 e 26 de março, domingos, às 14h, no Deck.

Com Flavio Barollo e Wellington Tibério.

Convidado especial: Caio Silva Ferraz


90 minutos | Livre | Gratuito.


Bloco do Água Preta @blocodoaguapreta


Ateliê de criaturas florestais ecopoéticas

Dia 11 de março, sábado, às 11h, nas Oficinas de Criatividade.

Com Anahí Asa e Maroca Sampaio.


120 minutos | 5 anos (necessário acompanhamento de pessoa adulta de referência) | Gratuito | 20 vagas.


Cortejo do Bloco do Água Preta

Dia 11 de março, sábado, às 15h, no Deck e Rua Central.


60 minutos | Livre | Gratuito.



Assessoria de Imprensa

Nossa Senhora da Pauta

Frederico Paula – MTb-SP: 28.319

(11) 99658-3575 | frederico@nossasenhoradapauta.com.br


22 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page