top of page

Palestra: Guerrilhas Aquáticas

Sesc Vila Mariana

Com Wellington Tibério, Flavio Barollo e Luiz Eduardo Moreira

Resumo de 1h15 de duração total


Programa da Palestra: Guerrilhas Artísticas Urbanas e Aquáticas


Introdução:

Contextualização da relação histórica de São Paulo com seus rios.

Breve relato sobre o Rio Tietê, seu estado antes da cidade e a situação atual de poluição.

Menção sobre o Sistema Cantareira e a questão da seca e crise hídrica.


I. A Cidade e seus Rios Invisíveis:

Descrição sobre a canalização e retificação, iniciadas em 1925, com destaque para o Córrego Saracura.

Consequências da retificação: aceleração do fluxo das águas e aumento das enchentes.

Rio Pinheiros: um caso extremo de inversão de curso.


II. A Economia da Água e Saneamento:

Abordagem sobre o custo da água e esgoto: pagamos por um serviço que não tem sua totalidade, e que deveria preservar nossos rios.

Importância do tratamento adequado do esgoto e sua relação com a responsabilidade coletiva.

Comparação do preço da água engarrafada com a gasolina: reflexão sobre nossa valorização da água.

Efeitos colaterais da urbanização intensa: rebaixamento do lençol freático e a consequente canalização desta água para ruas e rios.

Qualidade da água: parâmetros como pH e amônia e sua importância para saúde pública.

III. Propostas e Iniciativas artísticas:

Nosso protótipo chamado de "Rio paralelo": uma manifestação artística para gerar visibilidade das águas na superfície urbana.

Parque Aquático Móvel: ressignificar a água nas áreas urbanas, promovendo contato e valorização com evento festivo com piscinas e “cachoeira”.

Projeto "Lagos urbanos": envolvimento comunitário e a mudança na percepção sobre a água na cidade.


IV. Reflexão e Encerramento:

Como tratamos a natureza em nossos centros urbanos? O desafio de coexistir ao invés de tentar dominar.

A cidade como uma obra em constante transformação e a necessidade de valorizar seus recursos naturais, principalmente a água.

Materialização de utopias no presente: gerações que podem interagir de alguma forma com os rios da cidade.


Objetivos da Palestra:

Sensibilizar o público sobre a importância dos rios urbanos e a necessidade de sua preservação e valorização.

Informar sobre as consequências das ações passadas e presentes em relação ao tratamento das águas.

Apresentar iniciativas que buscam mudar a relação das cidades com suas águas.

Encorajar uma postura ativa da comunidade na busca por uma cidade mais harmoniosa e sustentável.


Materiais e Recursos:

Projeção de imagens históricas dos rios de São Paulo.

Gráficos sobre qualidade da água e consumo.

Vídeos curtos sobre os projetos do (se)cura humana.

Espaço para debate e troca de ideias após apresentação.

20 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page